Logo
telefone topo 31

3383-2029

IMPOSTO DE RENDA 2018 - CHEGOU A HORA..

Por ocasião da análise e elaboração das DECLARAÇÕES DE IMPOSTO DE RENDA DAS PESSOAS FISICAS 2018, ano base 2017, que deverão ser entregues à Receita Federal no mês de abril deste ano;

  1. Comprovantes de rendimentos e de retenção do Imposto de Renda: da fonte pagadora, tais como: Aposentadoria, salários, aluguéis, retiradas e distribuições de lucros (empresários), prêmios lotéricos, honorários pelo exercício de profissão autônoma (regulamentadas ou não), doações recebidas, etc;

 

  1. Escrituras ou compromissos de compra e/ou venda de imóveis, terrenos, adquiridos ou vendidos em 2017;

 

  1. Documento de compra e/ou venda de veículos em 2017, além de marca, modelo, placa e nome e CPF/CNPJ do comprador ou do vendedor;

 

  1. Informes de rendimentos financeiros fornecidos por instituições financeiras;

 

  1. Documento de compra de veículos ou de bens por consórcios em 2017

 

  1. Bens alienados em 2017, cite nome do adquirente, CPF, valor da operação e data da alienação, se a vista ou a prazo e a data de aquisição do mesmo, dia e mês;

 

  1. Dívidas existentes em 31/12/2017 com terceiros, com bancos ou financeiras, total dos pagamentos de prestações de imóveis que foram financiados junto ao SFH ou particulares. Informe os dados do agente credor (Nome e CNPJ);

 

  1. 5. Relação dos pagamentos efetuados no ano 2017 a pessoas físicas e jurídicas, tais como: médicos, dentistas, hospitais, clínicas, planos de saúde, advogados, alugueis, escolas para dependentes e para instrução própria, doações a terceiros, pensão alimentícia, FAPI (Fundo de Aposentadoria Programada Individual). (Em todos os casos deverão ser informados os valores pagos, bem como, os nomes dos favorecidos e CPF ou CNPJ dos mesmos);

 

  1. Dependentes, nomes, data de nascimento e CPF dos mesmos, caso possua Filhos, esposa, outros;

 

9.1         Para este ano, há a obrigatoriedade de informar o CPF dos dependentes e alimentados que completaram 8 anos de idade até 31/12/2017.

  1. Atualização do seu endereço residencial e fornecimento do nº do título eleitoral, bem como os dados do cônjuge, se a declaração é em conjunto com o mesmo ou com outro dependente;

 

  1. Dados do empregado doméstico com os recolhimentos das contribuições ao INSS;

 

Está obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda referente ao exercício de 2018, a pessoa física residente no Brasil que, no ano-calendário de 2017:

 

  • Contribuintes que receberam, no ano de 2017, rendimentos tributáveis que totalizaram mais de R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal com valor de mais de R$ 1.903,98 mensal;

 

  • Contribuintes que tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Rendimentos não tributáveis são aqueles que não geram nem lucro, nem valor liquido, sendo assim não precisa pagar imposto;

 

  • Para os trabalhadores do campo é obrigatório fazer a declaração do imposto de caso, caso o rendimento anual bruto de renda rural acima de R$ 128.308,50;

 

  • Contribuintes que investiram qualquer valor em bolsas de valores, mercado de capitais ou similares;

 

  • Contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;

 

  • Trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse seja usado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias.

 

Fonte: Diversos


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.